sexta-feira, 13 de maio de 2011

Vamo simbora, pra um bar, beber, cair e levantar.



Eaí, certin?


Mais um final de semana chegando! E quem sabe pode ser seu último!! Ué, porque não? Você é imortal por acaso? Pode inclusive ser o meu! E se for, peço para que estampem minhas fotos nas camisas e chorem por mim, mesmo que de forma falsa. Eu não vou ligar. Estarei morto.


E nem adianta fazer mesa espírita porque pra mim morrer é descanso.Descanso! E não ficar atendendo ligação do além pra fazer fofoca. Quem quiser me procure enquanto estou vivo.


Mas sinceramente desejo que vocês vivam. Afinal, vocês são meus leitores, e do último post pra cá, tive um acréscimo! Voltei a ter 17, não é demais?


Então que tal comemorar? Se bem que essa frase não tem sentido numa sexta, ninguém come nada, só bebe. Tem gente que ate tenta comer, mas não consegue.


Particularmente não sou muito de beber. Mas é porque sou pobre e pão-duro. E também porque não gosto de cerveja. Então as bebidas que gosto são sempre do preço que não estou disposto a pagar. Com o dinheiro de 3 doses de vodca posso comprar uma garrafa só pra mim, por exemplo. Por isso não bebo em bares.


Mas quando tem festa eu me esbaldo. O problema é que ninguém me chama pra festas. É o mal de ser anti-social.


Mas tem gente que não é, e por isso proponho um brinde!




O álcool tem um poder libertador. Tem o poder de te libertar das preocupações, ansiedades, tem até o poder de te livrar de você mesmo e das algemas sociais que te prendem. É o que faz o tímido falar, e o falastrão ficar quieto. O álcool tem o poder de trazer a verdade à tona.



Para ampliar, clique com botão direito na imagem e abra em nova guia/aba.



Com tantos poderes, a gente pode até considerar a bebedeira uma religião! Afinal, a religião nos convida a nos conhecermos e abrirmos mão das máscaras, sermos nós mesmos, e o álcool faz isso.
Tem até macho que mostra que não é tão macho assim quando está sob o efeito do suco de divindade.



Para ampliar, clique com botão direito na imagem e abra em nova guia/aba.



Como em toda religião, os ritos são necessários. É necessário que os adoradores se reunam, e juntos celebrem a vida ou chorem os dissabores. Também exige que tenhamos certos rituais, seja ajoelhar,  fazer o sinal da cruz, mas pro adorador do Santo Graal Etílico, é saber levantar o indicador pedindo mais uma, e não acertar o pé quando for mijar na árvore.




Mas como toda religião que se preze, em excesso traz a doença, a dor, a morte e um vazio ainda maior, já que não dá pra barganhar com um ser que é maior que você. E o deus álcool quando adorado em excesso, pode trazer desde ardências anais ou vaginais, dores de cabeça incríveis e até a morte. O deus álcool é cruel com quem o desafia, dirigir alcoolizado é o mesmo que dizer: "Eu não respeito a sua divindade e nem o seu poder sobre mim". Pecado muitas vezes mortal.


Mas se fôssemos olhar o lado ruim, ninguém teria religião né? Nem os ateus, então vamos falar do templo, nesse caso, o bar.


O deus álcool não quer 10% do seu salário. Ele quer o suficiente pra você se encher dele. Os cultos não são litúrgicos, parados, são livres, você pode fazer o que quiser, desde que a polícia não descubra. Se bem que diante de tanta liberdade nessa igreja, as pessoas sempre seguem os mesmos padrões. E aí, em sua essência, todo bar é igual. O que muda é a higiene.



Para ampliar, clique com botão direito na imagem e abra em nova guia/aba.



E como toda religião, tem aqueles que em nome dela matam. E olha, em muitas mortes. Acho que a única diferença pra outras religiões, é que o deus álcool não tem poder ou interesse na sua alma. Se bem que se você for um adorador ferrenho e violento, ela pode te mandar sim pro inferno.


Mudando de assunto:


Momento merchan:


Já pensou presentear alguém que você ama com uma tira em quadrinhos? O dia dos namorados tá chegando! Olha a tira que a leitora Thais encomendou:


Para ampliar, clique com botão direito na imagem e abra em nova guia/aba.


Ela gostou muito, ficou feliz e temos mais um cliente satisfeito. 


Quer uma tira também? Retratar algum momento legal, imprimir e colocar na parede de casa e todas as visitas ficarem com inveja? Fale comigo. Deixe seus contatos nos comentários, ou me procure no e-mail na minha Bio, aí no lado direito.


Ou quem sabe uma caricatura? É um ótimo presente pro dia dos namorados. Aproveite!


Agora voltemos pra nossa programação normal.


QUADRINHOS!!


Sim, finalmente saiu!! A parte 2 do gibi Ex!!


Será que a Érica vai conseguir ajuda do Greg, seu ex? Será que ele tá disposto a ajudá-la num problema de vida ou morte?


Confira, leia online aqui embaixo. Para dar zoom, basta clicar na página:










Se você não leu a parte 1, não chora neném! Tá aqui embaixo!



E se você gostou do Ex, você pode gostar também da outra série que estou produzindo em paralelo. A Sexta. Confere aí embaixo!








Quer ou prefere baixar o PDF? Basta clicar nas imagens abaixo:
    

Bom, já que está aqui, podia marcar uma presença né? Não custa nada comentar. E se quiser deixe seus contatos, eu retorno. A não ser que eu te ache um babaca. 

É isso, Tchau.

4 comentários:

  1. Haaha me senti ridicula por ja ter feito a cena do quadrinho do banheiro :S

    ResponderExcluir
  2. adorei seus gibis! Kra continua assim! mto bom

    ResponderExcluir
  3. Gente, vamos beber suco de laranja!

    ResponderExcluir